Vídeo institucional: saiba o que é e conheça os 4 principais tipos



 vídeo institucional é uma peça publicitária muito importante que, se bem usada, pode gerar ótimo retorno. Conheça agora essa ferramenta!


O cérebro humano tem capacidade de processar mais rápido imagens do que palavras. Assim, aquela história de que “uma imagem vale mais do que mil palavras” não é tão fantasiosa. Enquanto vivemos em uma época na qual o tempo se torna escasso, qualquer segundo pode ser precioso — especialmente quando se fala em marketing. E foi justamente com base nisso que surgiu uma ferramenta que busca se aproveitar desse aspecto biológico: o vídeo institucional.

Essa modalidade de vídeo nada mais é do que uma pequena peça publicitária, que geralmente tem cerca de 30 segundos. Há vídeos maiores, claro. Entretanto, costuma-se usar essa quantidade de tempo como um padrão para peças publicitárias audiovisuais. Ela tem como objetivo informar um nicho de público sobre algo ou alguém. São basicamente vídeos que buscam apresentar ao público uma empresa ou um produto/serviço, ressaltando suas qualidades e seus valores. Assim, podem ser criadas as call to actions, que são os chamados para ação. Isso leva o espectador a conhecer o site do anunciante, participar de uma pesquisa, curtir e seguir a página nas redes sociais.

Mas, é preciso tomar cuidado para não causar confusão: os vídeos institucionais não visam vender. Eles buscam apresentar a empresa, as ideias, os valores; ou seja, fazer o público conhecer. Colocar algo à venda é papel dos vídeos comerciais.

Como construir um bom vídeo institucional

Agora que já sabe o que é um vídeo institucional, é preciso entender o que faz dele bom ou não.

O primeiro passo sempre será identificar o objetivo. Decidir se o que deseja é apresentar a empresa, ou um produto/serviço, é certamente fundamental para determinar, inclusive, que tipo de vídeo e abordagem serão usados.

Em seguida, trabalhar um bom roteiro também é primordial. É indicado que seja trabalhada uma mensagem por vez — o tempo é curto e tem que ser bem aproveitado.

Assim, contar uma boa história sempre vai aproximar o público do cliente. Além de humanizar a marca, uma narrativa bem montada pode criar laços efetivos com o público alvo.

É interessante ter também um roteiro de produção para que todas as etapas do processo corram bem e no tempo necessário. Desde as gravações até o trabalho de edição e pós produção, tudo deve ser previamente estipulado.

Uma boa parte técnica também contribui muito. Desde câmeras até a captação de som, iluminação, trilha sonora: quanto melhores os recursos, melhores os resultados, afinal. O que não necessariamente quer dizer que é preciso gastar mais para conseguir tudo isso.

Vale lembrar que um bom vídeo institucional deve, principalmente, enfatizar 3 grupos: a comunidade, os funcionários e os clientes. Uma comunicação que destaca e valoriza esses grupos já está bem encaminhada para o sucesso na transmissão de sua mensagem.

Principais tipos de vídeo institucional

Existem alguns tipos de vídeo institucional; cada um pensado conforme uma situação específica. Veja alguns dos principais e em quais ocasiões são mais recomendados.

Vídeo institucional tradicional

O primeiro tipo de vídeo institucional é o tradicional que, até por sua definição, tem sido deixado de lado. Já foi o modelo mais usado, por sua simplicidade e praticidade: apresenta as informações de maneira bem linear em sua estrutura. Geralmente, as informações vêm na mesma ordem: história, objetivos, serviços prestados, visão de futuro. Mas, por não apresentar novidades, tem sido substituído por outras opções.

Vídeo institucional moderno

Alternativa ao modelo tradicional, esse tipo de vídeo institucional busca ser ainda mais direto e contundente que o anterior. Tem por objetivo engajar o espectador, buscar clientes, não apenas apresentar a empresa. Outra diferença é a sua duração, primordialmente menor do que o formato tradicional.

Vídeo institucional conceitual ou emocional

Formato que busca contar uma história, comover quem estiver assistindo. Dessa forma, pretende criar um laço emocional com o público. É uma maneira de falar de um assunto, produto ou serviço de maneira não direta.

O vídeo conceitual pode ser construído com imagens, com base em uma mensagem forte. Pode usar também o bom e velho storytelling. Aliás, não exige nem mesmo uma narração — basta a assinatura da empresa ao final do mesmo. Tudo para contribuir na construção de um clima.

Vídeo institucional educativo

O foco maior aqui é no conteúdo da mensagem que está sendo passada, e em quem o está fazendo. É um formato de vídeo que busca instruir o espectador sobre algum conceito, funcionando basicamente como uma aula sobre o assunto.

Os formatos em que esse vídeo institucional será apresentado podem variar: desde o característico de telejornais, com um apresentador; estúdio  com chroma key; documentário; entrevistas.

Agora que você já conhece essa peça publicitária, fica mais fácil escolher. A MMídia pode te ajudar a colocar em prática esse projeto.  Visite o site da empresa e conheça um pouco mais do que eles já fizeram e podem fazer por você.

MMídia Logo Página Parceiros MMídia
 Av. dos Trabalhadores, 116
sala 301 – Ed. Diplomat
Vila Castelo Branco – Indaiatuba/SP
 (19) 3017.5848
 www.mmídia.net
 MmídiaIndaiatuba
 mmidia_indaiatuba