Publicidade audiovisual: investimento no segmento é garantia de retorno



Entenda porque a divulgação audiovisual se tornou a preferida pelo público-consumidor, além de dicas de onde atuar para obter o melhor retorno

Primeiro vieram os meios impressos; depois, o rádio; então, a TV; e hoje, a Era Digital, com forte ênfase no segmento audiovisual. Se cada período trouxe consigo novas oportunidades de trabalhar a comunicação, o resultado dessa evolução é que hoje existem inúmeras formas de se levar uma mensagem ao público desejado.

Um dos aprendizados ao longo dessa jornada, no entanto, diz respeito exatamente aos materiais audiovisuais.

Audiovisual é preferência do público

Estima-se que informações audiovisuais sejam processadas cerca de 60 mil vezes mais rápido do que as palavras. Essa realidade, aliada ao crescente uso de smartphones — cada vez mais usados como fonte exclusiva de informação — faz com que a preferência pela produção de conteúdos em vídeo pareça a mais acertada. Por quê?

Um estudo realizada na Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos mostrou que ler em telas interfere na compreensão de textos. Assim, as chances de atingir um público cada vez mais ávido e disperso aumentam com o uso de vídeos. Especialmente quando se trata da divulgação de empresas, produtos ou serviços.

Opções de exposição

Compreendendo que o audiovisual é o segmento com maior potencial para atingir diversos públicos, listamos os meios mais comuns e utilizados hoje nas estratégias de marketing.

Internet

A internet tem papel fundamental quando se fala em comunicação nos dias de hoje.  Consolidado como segundo meio de comunicação mais usado no Brasil, há quem projete que em breve ela pode, inclusive, tomar a preferência do público. São quase 65% da população com acesso à internet.

Nesse cenário, o YouTube ganha especial destaque: estudo divulgado pelo próprio canal afirma que 96% dos jovens com idade entre 16 e 35 anos no Brasil acessam a plataforma de vídeos da Google.

Assim, a divulgação no meio digital tem um alcance muito forte. Apesar disso, lembre-se que ela precisa ser feita de maneira correta, uma vez que a atenção dos jovens — grande parcela consumidora do meio — é cada dia mais esparsa.

Mídia na TV

Embora o crescimento da internet seja inegável, a TV ainda é o meio com maior alcance, ao menos no Brasil. Apenas 2,8% das residências brasileiras não possuem um aparelho televisor.

Nela é possível trabalhar a mensagem com base em diferentes perfis. Se trata de uma inserção de nível nacional? É uma propaganda voltada para uma TV regional? Estamos falando de um vídeo institucional? São várias as abordagens permitidas.

Mídia Out Of Home

A Mídia Out Of Home (OOH) foi criada justamente para atuar onde seu nome indica: “fora de casa”.

Pense na sua rotina: você passa mais tempo dentro ou fora de sua residência? A resposta deve ter sido fora. Assim, tendo em vista esse crescente nicho do mercado, surgiram formas de comunicação que visam atingir pedestres, visitantes e transeuntes.

Estamos falando de divulgações em terminais, outdoors e ônibus. E mais: na sua evolução para os meios digitais como painéis e telas de TV em locais públicos. Uma grande vantagem dessa opção é sua versatilidade: pode tanto ser direcionada para grandes públicos como para nichos específicos.

Ao final, seja qual for o canal escolhido, para que o vídeo produzido atinja as expectativas e resultados esperados, busque sempre por profissionais competentes.

MMídia Logo Página Parceiros MMídia
 Av. dos Trabalhadores, 116
sala 301 – Ed. Diplomat
Vila Castelo Branco – Indaiatuba/SP
 (19) 3017.5848
 www.mmídia.net
 MmídiaIndaiatuba
 mmidia_indaiatuba